"Você me deu uma eternidade dentro dos nossos dias numerados, e sou muito grata por isso."
- A culpa é das Estrelas
Eu nunca estive tão confusa sobre tanta coisa, primeiro meus sentimentos, nunce estive tão em duvida sobre o que sentir, quando, por quem. Meus pensamentos, é como se antes eu organizasse o que pensar e agora penso em tudo ao mesmo tempo. Minhas atitudes, antes eu sabia como tratar cada pessoa, umas bem outras nem tanto, mas agora não sei mais tento me relacionar o minimo possível com elas pra não fazer coisa errada. Isso é tão estranho pra mim, pareço uma criança descobrindo a vida como por exemplo, quando ela pergunta pros pais de onde vem os bebês o pai fala que vem da cegonha a mãe já inventa uma história de como acontece, e ela fica perdida, confusa, não sabe em quem acreditar, não sabe o que é certo e o que é errado. E eu to mais ou menos assim não sei no que acreditar o que é certo ou não, não sei se o que sinto é correto, ao mesmo tempo que acho que sim já não tenho tanta certeza. A sociedade nos deixa assim, mentes fechadas, querendo se libertar, mas sem coragem, não quero ser uma marionete da socidade, preciso sair logo dessa confusão.
× Mas como ? 
Como faz para dizer que gosto de você? Não sabia demonstrar, nunca soube. Agora, sem ninguém, sinto sua falta. Não é falta de qualquer um, é a sua mesmo. Não posso dizer nada, nem fazer. Posso? Vou falar o que? Dizer que gosto de você assim tão de repente? Eu não sei como chegar perto de você por que minhas pernas logo tremem e meu corpo vira do avesso para não te olhar nos olhos, eu tenho medo de te dizer o que sinto, pois a resposta pode não me parecer agradável. Outro dia te vi descendo as escadas do seu apartamento, nada muito interessante a não ser minha vontade de ir até lá e te puxar com um beijo, mas minha razão e medo falam mais alto do que minha própria voz, eu sou consumida por imprecisão e me acanho quando chego perto, por isso te observo de longe enquanto você vive sua vida sem saber que a minha existe ou que sua vida e minha vida, poderiam ser ”nossas vidas” e eu já sou tão sua que imagino você igualmente sendo meu, na mesma intensidade. Eu te quero de volta mas não quero, parecer a louca desesperada, eu me arrependo todas as vezes que eu te vejo e não faço nada. Em vez de te pedir perdão e dizer que eu te quero de volta, que eu te amo, que podíamos tentar novamente não eu simplesmente fico paralisada. E porque eu não sei já que meu corpo anceia por você o tempo todo, mas o que eu posso fazer? eu me arrependo só de pensar que eu poderia ter feito tudo diferente, que eu poderia ter me comprometido mais, que eu poderia ter sido mais compreensiva. Mas eu não sei mudaria alguma coisa porque no final talvez não fosse mesmo pra ser. Quem somos nós pra mudar algo em que Deus mandou que tivesse fim? Eu só sinto dor, e arrependimento. E o ruim de amar alguém e depois sentir falta, é que essa falta de persegue, nos seus sonhos, pensamentos…Não te deixa respirar. É ver um casal na rua e pensar ”Não façam a bobagem que eu fiz”. Pô cara como eu queria te beijar agora, e sempre que eu penso isso me da mais uma pontada no coração, como era bom. Mas oque eu posso fazer? Eu vejo como você olha outras garotas já, e se eu for lá e me expressar, vou fazer papel de garota desesperada, e bom eu estou mesmo!, mas ninguém precisa saber disso. Eu sempre fui boa nisso, esconder o máximo dos meus sentimentos e sofrer sozinha, só eu e Deus.
× Escrito por Renata, Natasha, Laura e Samara em Julieta-s.
Ah, mas tudo bem. Com o tempo, todo mundo se acostuma. As pessoas esquecem umas das outras com tanta facilidade. Como é mesmo que minha mãe dizia? Quem não é visto, não é lembrado. Longe dos olhos, longe do coração. Pois é.
× Caio Fernando Abreu.   
Não poderia descrever adequadamente a intensidade do que estava sentindo naquele momento. Amor, raiva, tristeza, esperança e medo, juntos em um redemoinho, intensificados pelo nervosismo que tomava conta de mim. Jamie me olhava com curiosidade, e a minha respiração acelerou também. De repente, eu sabia que nunca havia sentido algo tão forte por outra pessoa como acontecia naquele momento. Ao retribuir o olhar dela, aquela percepção simples me fez desejar pela milionésima vez que eu pudesse fazer tudo aquilo desaparecer. Se fosse possível, teria trocado minha vida pela dela. Queria falar sobre minhas ideias, mas o som da voz de Jamie silenciou as emoções dentro de mim.
× Um Amor para Recordar.
Eu quero alguém que me faça feliz, que me entenda e me compreenda, que seja meu amigo. Alguém que me abrace sem eu pedir, que quando eu estiver mal não me pergunte “o que você tem” apenas me abrace, limpe minhas lágrimas e diga que “tudo vai dar certo e vai ficar bem”. Alguém que transmiti segurança e confiança para mim. Além de tudo que se importe comigo e não me abandona, pois estão cansada de se despedir das pessoas que mais amo e olhar para o lado e ver que elas não estão mais ali e que o “pra sempre” delas podem acabar no dia seguinte ou até mesmo em um minuto.
Quem me dera ao menos uma vez explicar o que ninguém consegue entender, que o que aconteceu ainda está por vir e o futuro não é mais como era antigamente.
× Legião Urbana   (via doistonsdeamor)